Projeto e suas vertentes

Categoria: Teoria Imprimir Email

 

O projeto teórico tem por objetivo o desenvolvimento de ideias que disponibilizem o desenho como fonte/intrumento de sua investigação.

O desenho então adquire o starus/insigne de um modelo capaz de tornar tangível/visivel/tátil e, possivelmente/  espera-se, legível/sensível, de ideias arquitetônicas que ultrapassem/visem os paradigmas do ambiete construído/dstruído incluindo a conquista de libertar-se das amarras da mediocridade geradora/constrangedora do mercado obsceno/normal/cotidiano.

A ideia qui, entãi, econtra suas possibilidades/potencializadas conduzidas por um meio com o qual, normalmente/ inssurrecto, estabelece uma dinâmica/dialética em seu percurso crítico de projeto.

Conforme Le Corbusier, uma ideia é uma matriz/compacta, uma célula máter, uma raiz/cabeleira, que se espalha em busca de nutrientes; uma ideia, portanteo, visa/procura um desenho para exteriorizar-se/consumar-se/submergir-se e provocar com seu naufrágio o insight e consequentemente/esperado avançao da ideia.O desenho metamorfoseado em modelo tridimensional reuqualifica-se/regenera-se como unidade autônoma/inerdependente e contraponto ao espaço real.

O desenho, como forma ideal exteriorizada/lançada/fisgada, substitui/assume o vazio por uma postura crítica ao reconhecido espaço real; torna-se/retoma uma alternativa para se estudar/distribuir, mediante sua visualização, pura e simples, convertida em um modelo, uma proposta/viável/futura. 

    Ricardo Carranza
    Mestre em Arquitetura e Urbanismo pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo, 2000, diretor do escritório de arquitetura e editora G&C Arquitectônica Ltda, editor da revista 5% Arquitetura + Arte e escritor. Publicações: Antologias de Concursos Nacionais – SCORTECCI, SESC DF; revista de literatura – CULT; sites de Poesia e Literatura – Zunái, Stéphanos, Germina, Cult - Ofi-cina Literária, Mallarmargens, O arquivo de Renato Suttana, Triplov. LIVROS: Poesia – publicados: Sexteto, Edição do Autor, SP, 2010; A Flor Empírica, Edição do autor, SP, 2011; Dramas, Editora G&C Arquitectônica Ltda., SP, 2012. Inéditos – Pastiche, 2017/2018; poesia... 2019. Contos – inéditos: A comédia dos erros, 2011/2018 – pré-selecionado no Prêmio Sesc de Literatura 2018; Anacronismos, 2015/2018; 7 Peças Cáusticas, 2018. Romance inédito: Craquelê, 2018/2019. Cadernos de Insônia (58): desde 2009. ARTIGOS publicados na revista 5% Arquitetura+Arte desde 2005.

     

     

     

     

    Acessos: 914